Retrato/Refrato #3

ANI_v3_F2

Persegui esse casal ao longe com a câmera. (ou apenas fui perseguido por mim mesmo?)

Os fotografei dezenas de vezes. Cada enquadramento muito próximo um do outro. Nuances quase imperceptíveis, que só se revelam com o acúmulo da passagem do tempo.

Mesmo de tão longe quis retrata-los.

Me afastando pude fotografar o que é só forma e não mais conteúdo.

Talvez, uma maneira de me ater àquilo que nos é comum à todos. Um lugar onde a cepa que nos faz ainda é universal. Anterior à idiossincrasias.

Tento trazer à luz, algo que não pode ser visto.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s