III.

É difícil falar sobre o outro, pois é difícil falar de si mesmo.

Talvez esse terreno seja muito mais denso, colossal e terrificante do que eu imaginava. A mera ação de tatear essa superfície com os dedos testemunha uma grandiosidade latejante.

O olhar quer fraudar o que vê.

Bem melhor desiludido, do que iludido.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s